Notícias Coronaví­rus

Sinduscon e Seconci paraná adotam e incentivam medidas preventivas diante da pandemia

publicado em 14/05/2020

A construção civil é uma atividade essencial, por isso, mesmo na ativa as empresas estão seguindo rigorosamente todas as medidas de saúde e segurança para evitar a propagação do novo coronavírus.

O Sinduscon e Seconci Paraná, entidades representativas do setor no Estado, tomaram todas as precauções para que a saúde de seus colaboradores e clientes fossem preservadas.

"Quando se instaurou a pandemia, foi feita uma análise geral do quadro de colaboradores para avaliar os grupos de risco e as necessidades de afastamentos. Esses profissionais estão desenvolvendo suas atividades laborais à distância, no sistema de home-office", explica o superintendente das entidades.

Uma das práticas adotadas neste período foi a realização de reuniões virtuais pelas equipes de cada setor e também a diretoria, a fim de que houvesse a participação de todos os profissionais, e ainda, evitar aglomerações. Eventos como a reunião de associados também passaram a ser realizados dessa forma.

As entidades reforçaram seu sistema de higiene com a utilização de álcool 70 para limpeza dos ambientes. Houve um cuidado especial com os espaços de convivência, com ampliação da cozinha e orientações para escalas, evitando fluxo alto de pessoas nos ambientes ao mesmo tempo.

Na recepção, foram instalados acrílicos nos guichês para proteção tanto do paciente quanto do colaborador e todos os funcionários receberam itens para que pudessem trabalhar com tranquilidade, com álcool em gel, álcool líquido e máscaras de proteção.

"Como o coronavírus gera muitas dúvidas, achamos necessário não apenas a utilização de cartazes por toda a entidade, mas também a realização de orientações presenciais. Por isso, o coordenador da área médica do Seconci-PR, Dr. Marcelo de Oliveira, se encarregou de esclarecer todas as dúvidas dos colaboradores", reforça o coordenador de RH.

O uso de máscara passou a ser obrigatório para acessar as dependências do prédio, tanto para os pacientes como para os próprios colaboradores e, visando a proteção das pessoas mais expostas, como médicos, dentistas e enfermeiros, a entidade adquiriu máscaras de maior proteção e do tipo escudo para esses profissionais.

"Com essas atitudes esperamos atingir o objetivo, que acredito ser o esperado pelo mundo inteiro: reduzir o número de pessoas infectadas pela Covid -19 e acabar definitivamente com essa pandemia", finaliza.

Image title

Image title

Image title

Image title


Publicidade

Parceiros

Receba por e-mail

Cadastre-se e receba nossas newsletters.

+ -