Notícias Notícias do Setor

Seconci-PR: um case de Responsabilidade Social

atualizado em 24/04/2015

Image title

A Responsabilidade Social começa a partir das atitudes de cada indivíduo. Este é um dos principais recados transmitidos no I Seminário de Gestão Empresarial Estratégica e Responsabilidade Social, realizado pelo Sinduscon-PR e Seconci-PR, no dia 23 de abril, na sede administrativa das entidades.

O evento, promovido pela CBIC e pelo Fórum de Ação Social e Cidadania (FASC), teve como objetivo alinhar o conhecimento e entendimento sobre o que é Responsabilidade Social e inspirar as empresas para a mudança por meio da apresentação de cases de sucesso. Em Curitiba, foram convidados o professor de Responsabilidade Social Corporativa e mestre e administração, João Paulo Vergueiro, o coordenador do sistema de gestão da qualidade da Construtora Laguna, João Costa Junior, e a gerente de responsabilidade social do SESI, Sonia Beraldi de Magalhães.

A primeira palestra teve como foco priorizar os conceitos de Responsabilidade Social Corporativa e suas aplicações, ministrada pelo professor João Paulo Vergueiro. Como exemplo na indústria da Construção Civil, o profissional citou o Seconci, uma iniciativa que surgiu há 50 anos e que tem como premissa oferecer um conjunto de ações em prol dos trabalhadores do setor. Um dos fatores relevantes no Seconci-PR, apontado pelo presidente do Sinduscon-PR e do Seconci-PR, José Eugenio Gizzi, é a diminuição no número de acidentes de trabalho devido as orientações realizadas pela entidade. “Nós temos o orgulho em dizer que somos responsáveis por reduzir o índice de acidentes em até 50% nas empresas atendidas pela entidade”.

O case de sucesso do evento foi a Construtora Laguna, com 19 anos de atuação que desenvolve ações de Responsabilidade Social e Sustentabilidade dentro da empresa. O coordenador do sistema de gestão da qualidade da empresa, João Costa Junior, explanou sobre as ações realizadas pela empresa que hoje ajuda cerca de 10 empresas/instituições, entre elas o IPCC (Instituto Pró-cidadania de Curitiba) e o Erasto Gaertner. Destacou ainda um prédio verde idealizado pela construtora que contemplou diversas soluções sustentáveis, desde a concepção do projeto. Como resultado, uma redução de 21% no consumo de iluminação, 29% em ar-condicionado e 59% de água.

Para encerrar o Seminário, a gerente de responsabilidade social do SESI, Sonia Beraldi de Magalhães, destacou a importância das ações responsáveis a partir de cada indivíduo. Sonia apresentou o projeto Gestão Sustentável para a Competitividade que está em desenvolvimento, e contempla 360 micro e pequenas empresas de cinco territórios diferentes. O objetivo é diagnosticar o patamar de incorporação de práticas de Sustentabilidade nas indústrias; introduzir ao empresariado os principais fatores de Sustentabilidade, internos e externos à sua empresa; fornecer conhecimento e meios de ação para aumentar a Competitividade de sua empresa e sensibilizar para a importância de tal mudança.

Mesmo diante da crise que o país vive atualmente, a Indústria da Construção possui um importante papel no desenvolvimento da economia. O setor representa 5,4% do PIB e emprega mais de 3 milhões de trabalhadores. Trabalhar com a Responsabilidade Social reafirma o posicionamento e o relevante papel do setor.


Publicidade

Parceiros

Receba por e-mail

Cadastre-se e receba nossas newsletters.

+ -